Fibras Vegetais

Capacharia

A agricultura fornecia, indiretamente, mas em grande abundância, matéria-prima para os mais diversos artefactos, uns de natureza funcional, como os capachos. Paralelamente à cestaria, esta produção artesanal desempenhou, inicialmente, uma função complementar à agricultura e adaptou-se às necessidades domésticas.

Os Capachos de folha de milho, de palha de trigo, de espadana, de junco ou até de folha de dragoeiro, representam uma arte tradicional e tipicamente açoriana de trabalhar as fibras vegetais. Os capachos em folha de milho são os mais característicos da ilha de S. Miguel. Os capachos de folha de dragoeiro são os mais característicos da ilha do Pico, onde a vegetação endémica é, ainda, abundante. Os capachos entrançados são, normalmente, feitos com espadana ou piteira seca e batida com um maço e apresentam-se na sua cor natural. A sua longa trança, que lhes dá uma forma circular, oval ou retangular, esboça os mais diversos motivos geométricos.


Faial

Eva Maria Andrade Peixoto
CANADA DO GROTÃO - PRAIA DE BAIXO, 54
PRAIA DO NORTE
9900-374 HORTA
292 945 145
968 680 789

São Miguel

Bento Manuel Massa Sousa Silva
RUA DOS AFONSOS, 13
ARRIFES
9500-377 PONTA DELGADA
296 682 015
967 942 737
zoraida.martins.silva@cgd.pt