Boina de Lã do Corvo

A boina do Corvo, cuja origem se perde no tempo, mas a produção resiste até aos nossos dias, é feita em tricot, com um conjunto de 5 agulhas, originalmente em lã local tingida de azul-escuro, com uma barra estreita (grega), trabalhada com o tradicional branco natural. Em alguns casos, na orla é aplicada uma pala feita também em malha e reforçada com tecido. No topo é colocado um pompom com uma dimensão única.

A boina, usada no início do século XX, fazia parte do traje de baleeiros. Terá sido por influência dos pescadores escoceses que os corvinos aprenderam a fazê-las. Este mesmo tipo de boina foi produzido na Escócia desde o século XVI, época de que se conservam alguns exemplares, e o seu modelo e método de confeção persiste inalterado desde então.