Cerâmica

Faiança

A indústria cerâmica da Lagoa, que se afirma ao longo do século XIX e da qual não se podem excluir ligações à indústria cerâmica do Norte de Portugal, deu início à produção de faiança nos Açores com o fabrico em série de peças pintadas com flores e outros motivos vegetalistas, esmaltadas de branco e apresentadas na forma de serviços de chá, de café, terrinas, pratos e diversos objetos decorativos.
Contribuiu, ainda, significativamente para a produção da identidade açoriana a partir da representação dos costumes locais na escultura moldada, como é o caso do “Casal Micaelense”, composto pelo camponês de carapuça e a mulher de capote-e-capelo, figuras emblemáticas do povo micaelense.


São Miguel

Maria Pedro Olaio
Rua Ilha Terceira, 50-1º Dto
9500-074 Ponta Delgada
911792071
mpolaio@sapo.pt
Maria Cristina Franco Silva Borges
RUA BOA VISTA - ESTRADA REGIONAL, 13
RABO DE PEIXE
9600-102 RIBEIRA GRANDE
296 491 467| 296 491 467
962 605 091
oquadradinho@sapo.pt
José Augusto Martins Vieira & Filhos Lda
RUA DAS ALMINHAS, 10-12
N. SRA. ROSÁRIO
9560-073 LAGOA
296912116 296912279
965811213
ceramicavieiralagoa@live.com.pt

Terceira

Maria Aurélia Ribeiro Rocha
RUA DR. MARCELINO COSTA MOULES, 78
CINCO RIBEIRAS
9700-321 ANGRA HEROÍSMO
295907034
967529099
azul.arocha@hotmail.com