Projeto Raízes

O projeto Raízes Pedagógicas é um projeto do Centro Regional de Apoio ao Artesanato que visa sobretudo valorizar e divulgar as áreas artesanais mais típicas e representativas dos Açores junto das camadas mais jovens.

Consiste numa série de materiais pedagógicos e ações temáticas diversas que se pretende dinamizar em contextos diversificados e em várias ilhas. Envolve sempre alunos e artesãos numa convivência intergeracional que promove a união pela história, tradição e experiências comuns.

O projeto surgiu da necessidade de perpetuar a cultura popular junto das crianças e jovens que crescem hoje, cada vez mais alheadas deste contexto. Há atualmente uma distância cada vez maior entre gerações, o que tem enfraquecido a transmissão do conhecimento, neste caso, do saber-fazer.

Desta forma, as atividades deste projeto pretendem mostrar, experimentar e recriar esses conteúdos culturais que pertencem à sociedade e que são tão identitários do património regional.

 

CENTRO REGIONAL DE APOIO AO ARTESANATO PROMOVE PROJETO “RAÍZES” NA ILHA DO PICO

O Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA) está a promover, até ao final desta semana, no Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, diversas atividades no âmbito do projeto “Raízes”.

Esta ação conta com a realização de ateliês pedagógicos e visitas guiadas à exposição de artesanato de Alzira e Conceição Neves, fundadoras da Escola Regional de Artesanato de Santo Amaro, na ilha do Pico.

As duas artesãs foram recentemente galardoadas com o Prémio CoMtradição, que visa distinguir, divulgar e promover a atuação exemplar de entidades ou artesãos.

As atividades que estão a ser desenvolvidas envolvem alunos dos 2.º e 3.º ciclos, com o objetivo de os sensibilizar para a relevância do legado cultural que é o artesanato e alertar para a necessidade de não só o preservar como de o transmitir às gerações vindouras.

 

CENTRO REGIONAL DE APOIO AO ARTESANATO PROMOVE PROJETO “RAÍZES” NA ILHA DE SÃO JORGE

O Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), organismo dependente da Vice-Presidência do Governo dos Açores, está a promover, até sábado, na ilha de São Jorge, a realização de várias atividades pedagógicas relacionadas com a tecelagem.

Estas atividades estão integradas na iniciativa “Raízes – Projetos Pedagógicos para o Artesanato dos Açores”, que o CRAA desenvolve para sensibilizar os alunos e a comunidade escolar para as questões do artesanato como património cultural imaterial identitário dos Açores.

Esta ação que se realiza em São Jorge resulta de uma parceria com o Museu Carlos Machado e conta com a participação de escolas do 1.º Ciclo e Secundário, das Cooperativas de Artesanato da Senhora da Encarnação e da Fajã dos Vimes e do Museu Francisco Lacerda.

Entre as várias atividades incluídas nesta iniciativa, destacam-se visitas orientadas à exposição temporária de trajes, patente no Museu Francisco Lacerda, a demonstração de técnicas de tecelagem por artesãs locais e a sua experimentação por parte dos participantes, numa perspetiva que visa aliar o tradicional ao artístico.

A anteceder esta iniciativa, o CRAA promoveu uma formação preparatória dirigida aos professores, com o intuito de apreenderem algumas possibilidades técnicas e conceptuais da estruturação do tear manual, transformando-o num objeto artístico e contemporâneo.

Com este conjunto de ações, o Centro Regional de Apoio ao Artesanato tem como objetivo a valorização e a divulgação de técnicas tradicionais de tecelagem numa perspetiva de continuidade e de exploração de novas hipóteses criativas, transmitindo aos mais novos uma herança cultural e a arte do saber fazer.